Jabim Nunes

 Paraty, cidade litorânea com peculiar arquitetura do período colonial, é o berço de Jabim Nunes. Em uma vila de pescadores, viveu sua primeira infância, quando se mudou para a Baixada Fluminense.

 

 Cresceu no seio de uma família que produzia por meio da carpintaria, suas embarcações, mobiliários e moradias, técnica que o influenciou fortemente. Sua identificação com a madeira e a técnica a ela associada se perpetuou pela adolescência, quando passava o tempo livre auxiliando seu pai em projetos em que trabalhava. Nota-se de forma evidenciada a presença da madeira enquanto material chave para a construção de sua poética.

 Além das práticas e conhecimentos acumulados em suas vivências familiares, Jabim também teve formação acadêmica. Licenciou-se em Artes Plásticas, em 1991, e atua profissionalmente na área, desde a tipografia, até às salas de aula enquanto arte-educador. Sua trajetória culminou no ensejo em desenvolver um trabalho autoral, que cunhasse suas memórias, suas práticas docentes e suas experiências universitárias em uma cidade cosmopolita. Suas obras são sempre fruto de suas observações diárias, enquanto transita pela cidade com um olhar atento.

 

 Em suas séries, retrata diferentes formas de viver, ocupar e se apropriar do espaço urbano. Casas com traços arquitetônicos simples são as protagonistas de seus trabalhos, ora apresentadas com cores vibrantes, ora com tons menos saturados, como por exemplo, na própria coloração natural da matéria. Jabim evidencia, assim, discussões sobre os sentimentos que as cidades nos afligem, relacionando sua trajetória pessoal diretamente à consolidação de suas obras.

 

 Os trabalhos de Jabim são, portanto, autobiográficos, ao conduzir o espectador a uma imersão no dia a dia do artista, seus sonhos, expectativas e trajetos.

©Jabim Nunes Artista Visual Contemporâneo